terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Sou Tua Afrodite


Alma de fada, carma de bruxa num corpo de Deusa.
Tenho sombra felina, quatro patas, garras e pêlos.
E deixo rastros para que me siga...
Sussurro em sonhos noturnos para que Me decifre.

Eu encho tua vida de sinais
Para que tenha vontade de encontrá-La, libertá-La e amá-La.
Sou a música, a poesia, a arte e o encanto
O sopro, o tiro, cheiro de cama, Eu de tudo um tanto.

E sou selvagem... Elfa, demônio, anjo, raposa.
E sou a dona da matilha, amante e esposa.
E serei tudo que te dira q estas vivo
quando achar que chegamos ao fim.

Sei sentir, disfarçar e amar profundamente
Sei trazer para perto, repelir, criar e destruir.
A que faz rir, o ponto para fazer o olho brilhar
E o olho Dela brilha...

Dou mais sabor ao culto da paixão...
Porque sou celestial, selvagem, sublime.
Dá mais sentido a vida...
Ser o casulo, as asas, o rumo e a libertação.




Por Carolina Salcides


Presente da minha Afrodite..Elis Bueno

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir